Reforma da Passarela da Moda e Maringá começará nesta semana

Reforma da Passarela da Moda e Maringá começará nesta semana

Reforma do Portal da Moda José Alves começará na próxima segunda-feira, 20. Local popularmente conhecido como Passarela da Moda teve ordem de serviço para obras assinada essa semana. Equipamento fica no quilômetro 104 da PR-317, com 40 metros de extensão e 5,5 metros de altura sobre a rodovia. “Estamos recuperando um importante ponto numa entrada da cidade e instrumento que facilita trabalho de muitas pessoas na região”, avalia secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico (Seide), Rafael Silva. 

Reforma recupera equipamento fazendo com que local seja usado com segurança e conforto novamente. Secretário de Obras Públicas, Albari de Medeiros, informa que obras têm custo de R$ 344 mil com previsão de entrega para novembro. E atende as normas de acessibilidade. Estrutura foi inaugurada em 2007 para facilitar acesso para comunidade e funcionários de shoppings atacadistas no entorno da rodovia. 

Estrutura ficou por conta da Associação dos Lojistas que não deu conta de fazer manutenção e devolveu para poder público. Porém, passarela não recebeu manutenção nas gestões anteriores e está parcialmente depredada, colocando em risco usuários. Há lixo no local, pichações, muita ferrugem, instalação elétrica parcialmente danificada, entre outras situações causadas por vandalismo. Até parede chamuscada por fogo. Gestão Ulisses Maia fez plano para recuperar espaços públicos, incluindo o Portal da Moda. 

Seide informa que região é valorizada com novos investimentos. Um posto de combustíveis foi inaugurado recentemente gerando vagas de trabalho. Além do Parque Industrial Felizardo Meneguetti que já tem novas empresas instaladas. E aeroporto cujo fluxo de passageiros chegando ou saindo da cidade passa justamente pela passarela que será reformada. 

Portal da Moda José Alves foi inaugurado em 20 de julho de 2007 numa parceria entre prefeitura maringaense e governos federal e estadual. Passarela recebeu recursos do Ministério do Turismo como incentivo ao setor do vestuário que recebe compradores de todo o Brasil nos shoppings atacadistas da cidade. Nome é em homenagem a empresário do setor que foi atropelado e morreu em 2006, no ponto onde portal foi instalado.